Notícias que recomendamos sobre o setor

5G: InternetSul em ação pelo setor

A InternetSul vem trabalhando em diversas frentes para apoio à expansão da participação do setor de provedores de Internet na evolução da 5G no país. Além de apoiar ativamente a Iniciativa Consórcio 5G Brasil, sobre a qual você pode ler mais em matéria específica aqui da nossa revista, também temos participado de outras frentes neste sentido. Uma delas, as reuniões com a Prefeitura de Gravataí, na Grande Porto Alegre, que, por meio da Secretaria Municipal de Inovação, Ciência e Tecnologia (SMICT), está preparando a cidade para a implementação da tecnologia 5G. 

“Sucessora da rede 4G, a quinta geração para redes móveis e de banda larga tem como principal vantagem para o usuário uma maior velocidade de download. Para que isso seja possível, novas antenas e outras medidas precisam ser instaladas e adotadas”, afirma o diretor técnico da InternetSul, Giovane de Andrade Isoppo, que esteve com a titular da SMICT, Selma Fraga, e outros representantes de setores diversos em reuniões para alavancar a iniciativa no município e região. 

“Após apresentação de informações técnicas sobre as práticas que devem ser vistas desde agora para facilitar a implantação da tecnologia 5G no futuro, ficou estabelecido nestas reuniões que será necessário implementar um grupo de trabalho, envolvendo outras secretarias do governo municipal, para a realização de uma análise aprofundada e a elaboração de um plano de implementação da 5G para Gravataí”, afirma Isoppo.  

Entre os diversos projetos da SMICT, segundo Selma Fraga, está a construção de uma ciclovia em grande parte da Avenida Dorival de Oliveira – que liga a cidade de Gravataí ao município de Cachoeirinha. A obra, que tem previsão para começar no início de 2022, é uma ótima oportunidade para criar dutos a fim de organizar os cabos e garantir acesso a mais empresas menores.

“Durante a construção da ciclovia poderemos analisar a questão do cabeamento externo a colocação de galerias subterrâneas ao longo da execução do projeto”, conta Isoppo. Um assunto que passa por outra questão primordial para os ISPs: os postes. Nas últimas semanas, a Companhia Estadual de Energia Elétrica – CEEE notificou as empresas de telecomunicações para retirada de fios irregulares de postes, posição que a InternetSul apoia. 

“Entretanto, para que os mais de 500 provedores que, somados às operadoras, correspondem a grande parte do segmento, participem do mercado e atendam às demandas de conexões existentes, especialmente no que tange a 5G, é necessário mais espaço para a infraestrutura dos cabos”, afirma Isoppo. 

Além disso, segundo ele, as concessionárias de energia limitam os pontos de fixação para que, no máximo, sete empresas possam participar dos consórcios de poste, o que prejudica o acesso à internet e telefonia de muitas pessoas e organizações – demanda que as grandes companhias já não conseguem atender com excelência.

A InternetSul luta há mais de 6 anos pela regularização dos serviços e espaços, visando ao fortalecimento do setor de ISPs, para que possam competir em patamar de igualdade, em termos de infraestrutura, junto às grandes operadoras. “Potencial e capacidade de atendimento para isso, já temos. Aliás, temos mais: um atendimento próximo, atento, ligado no cliente, que nenhuma grande Telco jamais terá”, finaliza o diretor da Associação. 

Últimas Notícias

Associada InternetSul conclui uma das maiores usinas solares do RS

Associada InternetSul conclui uma das maiores usinas solares do RS

A Brasil TecPar, associada InternetSul, acaba de começar a operar uma usina de energia solar em São Borja-RS. As usinas…
InternetSul agradece ao público do Na Estrada – Santa Rosa e alerta: logo vem mais por aí!

InternetSul agradece ao público do Na Estrada – Santa Rosa e alerta: logo vem mais por aí!

Lá se vão duas semanas do nosso InternetSul na Estrada – Edição Santa Rosa, que reuniu mais de 100 participantes…

Saiba mais